Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Da Minha Aldeia

 

"Da minha aldeia vejo quanto da terra

se pode ver no Universo...

Por isso a minha aldeia é tão grande

como outra terra qualquer

Porque eu sou do tamanho do que vejo

E não, do tamanho da minha altura...

 

Nas cidades a vida é mais pequena

Que aqui na minha casa no cimo

deste outeiro.

Na cidade as grandes casas fecham

a vista à chave,

Escondem o horizonte, empurram

o nosso olhar para longe

de todo o céu,

Tornam-nos pequenos porque nos

tiram o que os nossos olhos

nos podem dar,

E tornam-nos pobres porque a nossa

única riqueza é ver."

 

(Alberto Caeiro)

 

(Jorge obrigada pela partilha...um sorriso)  

sinto-me:

publicado por SV às 18:18
| comentar
1 comentário:
De Mocas a 10 de Julho de 2007 às 14:23
Voltaram???!!! Finalmente .... gandas malucos!!

Beijocas, sábado lá nos encontramos!!


Comentar post

Fotografar é...

...escrever com o coração e ler com a alma.

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


Links

Posts recentes

O Caminho da minha Impuls...

Amigo

Vale a pena lutar?

Sentes, Pensas e Sabes qu...

Destino, Acaso ou Coincid...

Precious

Oceano Nox - Um bramido

O Mar Agita-se, como um A...

O Sorriso

(para mim) Será Eterna...

Arquivos

Julho 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 2 seguidores