De Doce a 24 de Dezembro de 2007 às 08:15
Portas escancaradas, entro e deparo com a lareira acesa, no canto a arvore de Natal brilha, um sorriso estampado no rosto de cada criança.
Encontro o que procuro, um sorriso e uma gargalhada. É só o que procuro, nada de presentes caros. Procuro a paz a alegria e a felicidade.
Sei que por baixo do nervosismo e da ansiedade de cada criança paira a serenidade, paira o amor.
Preciso de dar cordas á minha imaginação, sei que encontrarei o que procuro, mesmo que por breves momentos serei feliz!
Agora está na hora de abrir o meu presente! Ao abri-lo sinto um calafrio que me percorre o corpo todo, mas também um desejo enorme e um sentido de responsabilidade pois sei que ao dar-mo está a querer agradar-me! Presentear-me é sinal que continuo vivo e a agradar.
Um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres